Categoria: Blog

Tipos de Sais

Bom dia!! E hoje vamos a matéria que explica detalhadamente sobre todos (ou quase todos) os tipos de sais existentes no mercado – suas diferenças, particularidades e para que servem. Para isso contamos com a colaboração de uma nutricionista, Mariana Godoy, que escreveu um texto muito legal e de fácil entendimento. Para mais perguntas ou informações sobre o assunto é só entrar em contato com ela através do blog: (www.caloriaslight.blogspot.com.br).

 

SALGAR COM O QUE?

Nos últimos tempos diversos tipos de sal ganham as mesas dos brasileiros. Os produtos vão desde o tradicional marinho, passam pelo light e chegam aos gourmet, que dão um toque especial à comida preparada. Mas com tanta diversidade fica difícil saber qual escolher, e hoje vim falar um pouco sobre eles. 
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), um adulto deve consumir por dia, 2.400 mg de sódio, o que equivale a 6 gramas de sal refinado de cozinha ou 5 colheres rasas de café. Mas nós, brasileiros, consumimos em média 12.000 mg por dia. 
Sabemos que o consumo excessivo de sal está ligado não somente ao aparecimento da hipertensão, mas também a outras doenças, como osteoporose, câncer de estômago, asma e obesidade, além de influenciar na retenção de líquido principalmente nas mulheres.
Entretanto, o sal, se consumido com moderação, proporciona ao organismo humano a quantidade necessária de sódio e cloro (que são essenciais), proporcionando um equilíbrio hídrico, evitando a desidratação do organismo e preservando a atividade muscular e nervosa.

Coloquei abaixo alguns tipos que encontramos no mercado com algumas característica para ajudar vocês a fazerem as escolhas:

SAL REFINADO
Chamado popularmente de “sal de cozinha”, ele é extraído da água do mar por meio de um processo de evaporação e, depois, refinado. Formado por cloreto de sódio (mistura de cloro e sódio), ele é muito usado no dia a dia como condimento, realçando o sabor dos alimentos, e também como conservante. 
De acordo com a legislação brasileira, é obrigatório incluir iodo ao sal. A medida tem como objetivo evitar que a população apresente deficiência desse mineral, responsável por prevenir problemas como bócio e cáries. 
O sal de cozinha ou “refinado” é o mais utilizado na culinária. Composto por 60% de cloreto e 40% de sódio. 
É o sal encontrado na grande maioria dos saleiros do mundo. 
Em 1g há 400mg de sódio.

SAL GROSSO
Ao contrário do sal comum, ele só passa pelo processo de extração, ou seja, não é refinado. Por isso, seus grãos são grandes e disformes. 
Ele pode ser moído ou utilizado em cristais mesmo (neste caso, é muito requisitado para temperar carnes para churrasco). Só é preciso tomar cuidado para não deixar a preparação muito salgada. Lembrando que a composição química do sal grosso é a mesma do sal comum.
Em 1g de sal grosso há 400mg de sódio. 

SAL IODADO
É uma mistura de sal de cozinha com iodeto de potássio. É o sal que contém iodo. O Iodo é um mineral essencial para o crescimento e desenvolvimento do corpo humano. Sem Iodo, o corpo e o cérebro não se desenvolvem adequadamente. A falta de Iodo é a causa mais comum da deficiência mental no mundo, mas, felizmente ela pode ser prevenida. Decidiu-se colocar o iodo no nosso sal, de modo a enfrentarmos os problemas causados pela sua falta.

SAL LÍQUIDO
Este sal é obtido pela dissolução de sal marinho em água mineral em forma de spray . Tem sabor suave e pode ser adicionado a todos os alimentos, principalmente em saladas. Esta versão salga menos, mas tem menos sódio que os convencionais. pode salgar os alimentos de forma mais uniforme auxiliando no menor consumo de sódio.
1ml de sal líquido possui 110mg de sódio 

SAL MARINHO
Comparando quimicamente, o sal refinado e o marinho (também chamado de sal Azul) são iguais, ou seja, ambos são formados por mais de 99% de sódio. A principal diferença entre eles está no formato dos grãos: enquanto o primeiro é refinado para passar pelo buraco do saleiro facilmente, o segundo passa por um refinamento mais rústico, resultando em grãos irregulares (não tanto quanto os do sal grosso). 
Assim como o sal de mesa, ele pode temperar carnes, aves, peixes, verduras e legumes, realçando o sabor desses alimentos. Como a quantidade de sódio é alta, deve ser usado com muita moderação.
Em 1g de sal marinho há 420mg de sódio. 

SAL LIGHT
Comparado ao sal comum, tem menor teor de sódio. É composto por 50% de cloreto de sódio e 50% de cloreto de potássio. Por isso é considerado um sal mais saudável, pois o sódio auxilia na retenção de líquidos e o potássio é diurético, havendo assim um equilíbrio. Ao contrário do que o nome sugere o condimento não é indicado para quem deseja emagrecer, e sim àqueles que têm restrição em relação ao consumo de sódio (como indivíduos com pressão alta). 
Por outro lado, deve-se lembrar de que ele não é uma boa pedida para pessoas com problemas renais, já que o aumento da ingestão de potássio pode causar um acúmulo do mineral no organismo, elevando o risco de complicações cardiovasculares. De gosto mais amargo, pode ser utilizado da mesma forma que o sal comum. 
O sal light deve ser utilizado na mesma quantidade que o sal comum para não perder sua vantagem de possuir menos sódio. Seu sabor é mais suave e, para alguns, pode ser um pouco amargo. Em 1g de sal light há 197mg de sódio.

SAL ROSA DO HIMALAIA 
Considerado o mais antigo e puro dos sais marinhos. Tem quase metade de sódio encontrado no sal comum e é muito rico em minerais (são mais de 80), tais como cálcio, magnésio, potássio, cobre e ferro.Por causa desses compostos, os cristais ganham um tom rosado e um sabor com toque metálico agradável e suave. Este sal vindo da Ásia é um pouco mais caro que os outros sais importados. Tende a ressecar os alimentos porque atrai água. 
Em 1g de sal Rosa do Himalaia há 230mg de sódio.

SAL DEFUMADO
Existem diversos tipos de sais defumados. O francês, por exemplo, é produzido com cristais de flor de sal. Os sais são defumados lentamente, em fumaça fria resultante da queima de ripas de barris de carvalho usados no envelhecimento de vinho Chardonnay. Já o dinamarquês é feito segundo a tradição Viking. Isto é: após a evaporação da água do mar, o sal é seco em recipiente aberto sobre fogueira fumacenta feita com galhos de madeiras aromáticas, como carvalho e cerejeira. Há ainda sais defumados de outros países, produzidos por defumação comum em fumeiros com madeiras. É possível também adicionar aromatizantes artificiais de fumaça e corantes de caramelo a cristais comuns de sal refinado ou grosso. No entanto, o sabor não fica tão delicado como o dos sais defumados de forma natural. Sal defumado tem a aparência cinza revela um gosto levemente adocicado.
Mas controle-se: tem quase a mesma quantidade de sódio do sal comum. Existem diferentes tipos de sais defumados. No entanto, os mais tradicionais e cobiçados são o franceses. É muito requintado e com valor bem elevado. 
Em 1g de sal defumado há 395mg de sódio.

SAL DO HAVAÍ
Essa variedade de sal não é refinada e tem uma coloração avermelhada por causa da presença de uma argila havaiana chamada Alaea, rica em dióxido de ferro. De sabor suave, mas tem quase a mesma quantidade de sódio encontrada no sal comum. Portanto, nada de mão pesada no saleiro.
Em 1g de sal Havaiano há 390mg de sódio.

SAL NEGRO
Trata-se de um sal não refinado procedente da Índia. Por conta de compostos de enxofre presentes em sua composição tem um forte sabor sulfuroso. Outra coisa que chama a atenção é a cor cinza rosada, que evidencia sua origem vulcânica.Além de compostos sulfurosos, o sal negro é formado por cloreto de sódio, cloreto de potássio e ferro.
Este tipo de sal também é conhecido como Kala Namak e é obtido em reservas naturais da região central da Índia. Além da cor ser totalmente diferente do sal tradicional, o sabor também não é nada comum e, para muitos, lembra o de gema de ovo. Sua textura é crocante e muito solúvel 
Em 1g de sal negro há 380mg de sódio.

FLOR DE SAL
É conhecida como uma das mais delicadas versões de sal. A flor de sal contém 10% mais sódio do que o sal refinado. Na elaboração são utilizados apenas os cristais retirados da camada superficial das salinas onde se formam os grãos translúcidos. Possui sabor mais intenso e textura crocante, sendo indicado acrescentar após a preparação do alimento. Esbanja quantidades de magnésio, iodo e potássio. 
Em 1g de Flor de Sal há 450mg de sódio. 

SAL KOSHER
Esse sal tem seu nome devido ao uso em preparar a carne kosher (preparada de acordo com leis judaicas, sob supervisão de um rabino). Ele não é refinado, sendo de formato irregular e maior do que o sal de cozinha. Devido a suas propriedades, esse sal consegue secar melhor o sangue das carnes, sendo um dos preferidos dos chefes por causa do seu sabor sem aditivos. Não é iodado.
Apresenta menos teor de sódio do que o sal de cozinha.

SAL DE AIPO
O sal de aipo é basicamente o sal de mesa misturado com grãos de aipo secos e moídos. É utilizado para dar sabor em caldos e sopas.É o mesmo fundamento do sal de ervas.

SAL DE ERVAS
É uma mistura de ervas secas como manjericão, orégano, alecrim, sálvia, tomilho e salsa. Por ser temperado oferece maior sabor aos alimentos e por isso utiliza-se menor quantidade de sal. Para fazer esse sal pode-se pegar o sal grosso e colocar num processador com as ervas desidratadas. (tem receitinha ensinando receita no blog)

SAL ROSA DO PERU 
As reservas do sal rosa estão localizadas principalmente no Peru, no Vale Sagrado dos Incas. Seus grãos têm um elevado índice de umidade, com uma aparência grudenta, além de um sabor forte. Está entre as opções com menor teor de sódio. 
Em 1g de sal Rosa do Peru há 250mg de sódio.

Agora que você já sabe dos vários tipos que existem a escolha é sua. Lembre-se que independentemente do tipo de sal que você escolher, evite usá-lo em excesso.

Texto: Mariana Godoy Silva

Vale lembrar que aqui na Casa Amarela temos o Sala de Ervas prontinho, além de ter 50% menos sódio que o normal ele ainda tempera enquanto salga. 

Ótimo final de semana para todos nós!

Pode entrar. A Casa é sua.

Olá, seja bem-vindo a nossa Casa. A propósito, estamos de portas abertas. Na loja física ou na online, 24h por dia.

Somos uma empresa de produtos para a sua saúde. Se você se importa com alimentação saudável, se quer encontrar uma boa linha dietética, se procura maneiras de manter a forma com qualidade de vida, pode entrar, será um prazer recebê-lo.

Sinta-se à vontade para conhecer as nossas linhas de produtos diet, sem glúten ou mesma a granola da Casa, produzida aqui mesmo, com o maior carinho e sobre um rígido controle de qualidade.

Na loja online você tem acesso instantâneo aos seus produtos favoritos. E quando quiser fazer uma visita, você já sabe, a Casa Amarela é sua.

X